Arquivo | PARTICIPAÇÃO RSS for this section

MATERIAL LITERATURA 131

Também conhecido como Setecentismo ou Neoclacissismo, o Arcadismo é o movimento literário que nasceu no continente europeu no século XVIII, durante uma época de ascensão da burguesia e de seus valores políticos, religiosos e sociais. No Brasil  essa escola literária aparece na segunda metade do século XVIII trazendo profundas mudanças no contexto histórico, já que estava sendo influenciado pela onda de progressos nas ciências. De forma geral, o Arcadismo é conhecido por ser um movimento que exalta a natureza e a vida bucólica. Seu nome foi dado a partir de uma região grega chamada Arcádia, que era dita como a morada do deus da natureza, Pan.

Leia o restante aqui!

Anúncios

Conflitos no Oriente Médio

2190176602_f7a60f0667_oLeitura 01

Leitura 02

Leitura 03

Leitura 04

Simbolismo – Prof. Tamara para Turma 231

CRUCIF~1O Simbolismo foi um movimento literário que surgiu antes da Primeira Guerra Mundial, e surgiu como uma reação às correntes materialistas e cientificistas daquela época reagindo contra tudo que representava o materialismo e racionalismo. Pregava o subjetivismo, o misticismo e a sugestão sensorial.
O simbolismo buscou uma linguagem que pudesse “sugerir” a realidade, em vez de retratá-la de maneira tão óbvia como faziam os realistas. Para “sugerir” a realidade, os simbolistas usavam símbolos, imagens, metáforas, sinestesias*, recursos sonoros e cromáticos (cor).
O precursor do simbolismo foi o poeta francês Charles Baudelaire (1821 – 1867). Sua poesia buscava abordar temas como miséria, prostituição, bêbados, freqüentadores desocupados das tavernas, etc. Pode parecer estranho para muitos, mas ele via poesia em todos esses assuntos.
O marco inicial desse movimento no Brasil foi em 1893, com a publicação dos livros “Missal” e “Broquéis” de Cruz e Sousa.

 Principais características do Simbolismo

– Retorno à segunda fase romântica que ficou conhecida como mal do século·
– Atenção exclusiva ao “eu”, explorando-o através de uma linguagem pessimista e  musical,
– Misticismo, religiosidade
– Desejo de transcendência e integração com o cosmos
– Interesse pelo inconsciente e subconsciente
– Subjetivismo
– Pessimismo
– Interesse pelo noturno, pelo mistério e pela morte
– Retomada de elementos da tradição romântica
– Atração pela morte e elementos decadentes da condição humana
– Valorização dos sentimentos individuais
– Isolamento da sociedade
– Conteúdo relacionado com o espiritual, o místico e o subconsciente
– Concepção mística da vida
– Ênfase na imaginação e fantasia
– Comparação da poesia com a música
– Enfoque espiritualista da mulher envolvendo-a em um clima de sonho
– Desconsideração das questões sociais abordadas pelo Realismo e Naturalismo;
– Estética marcada pela musicalidade (a poesia aproxima-se da música);
– Produção de obras de arte baseadas na intuição, descartando a lógica e a razão
– Utilização de recursos literários como, por exemplo, a aliteração (repetição de um fonema consonantal) e a assonância (repetição de fonemas vocálicos).

Principais artistas simbolistas

Literatura internacional:

– Charles Baudelaire – autor da obra As flores do mal (1857) que é considerada um marco no simbolismo literário.
– Arthur Rimbaud
– Stéphane Mallarmé
– Paul Verlaine

Literatura brasileira:

– Cruz e Souza
– Alphonsus de Guimaraens

Fonte: http://anagabrielavieira.blogspot.com.br/2009/09/simbolismo.html

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-language:EN-US;}

PETRÓLEO O COMBUSTÍVEL DO SÉCULO XX

O petróleo é a principal fonte de energia mundial desde o início do século XX. Sua descoberta e a extração maciça impulsionaram a indústria automobilística, a aeronáutica, a naval e a petroquímica, inundaram a vida humana com admin-ajaxinúmeros confortos, como os fogões domésticos abastecidos com gás liquefeito de petróleo (GLP), as primeiras cidades iluminadas em larga escala com querosene e gás e materiais novos, como as velas de parafina, os plásticos e os fios elétricos revestidos com eles, os PVCs, as tintas e vernizes, os tecidos sintéticos.

Petróleo, o combustível do Século XX – LEIA AQUI