Caracteristicas da poesia simbolista

simbolismo

Duas ideias, na concepção da poesia dos simbolistas, permitem a subdivisão dos novos poetas em vidente e em artistas.  Mas essas duas ideias são entrelaçadas na ideia da poesia-música  como método de conhecer o incognoscível.

Walter Binni diz que a poética do Simbolismo tem como princípio essencial a “constatação de um mundo novo, de uma região do espírito inexplorada e basilar para todo o conhecimento e para toda a moral: a descoberta do outro lado das coisas como sendo a raiz verdadeira da nova poesia”

A poesia como revelação do mistério (vidência) e a poesia como afirmação da “universal analogia” que a tudo une dão como consequência a definição da musica como único meio cognoscitivo.

Devemos ter em mente a significações que os simbolistas colocam à musica. Porque dessa forma pode-se entender os gostos e tendências temáticas do Simbolismo: as evocações de sensações e de sentimentos, atração pelo abismo, sentimentos de impotência.

No aspecto do significante as características são: jogo das aliterações e assonâncias sugestivas e não imitativa flexibilidade rítmica-métrica sendo esta relevante no tratamento dos alexandrinos e na descentralização dos decassílabos.

No plano lexico-semântico, percebe-se a vontade de dar um sentido novo as palavras comuns e de rebelar-se contra o dicionário.

No plano sintático-semântico, as combinações que dão relevo as sinestesias, às imagens visionaria, as visões e à superlativização da metáfora que se chama símbolo.

Na temática, tem-se muita variação com exceção de Alphonsus Guimarães, cuja obra gira em torno da morte e da amada ausente.

O que marca o Simbolismo é a concepção da poesia como descoberta do “além das coisas” e, portanto, uma temática tratada musicalmente, nos três sentidos assinalados: sugestão sonora, revelação ou busca do não alcançado pela razão, construção de um todo expressivo coeso.

De modo pratico, podemos resumir da seguinte forma as características do simbolismo literário:

Ø  Subjetivismo

Ø  Linguagem vaga, fluida, que busca sugerir em vez de nomear.

Ø  Estética marcada pela musicalidade (a poesia aproxima-se da música)

Ø  Abundância de metáforas, comparações, aliterações (repetição de um fonema consonantal), assonâncias (repetição de fonemas vocálicos) e sinestesias.

Ø  Cultivo do soneto e de ouras formas de composição poética.

Ø  Antimaterialismo, antirracionalismo.

Ø  Misticismo, religiosidade.

Ø  Interesse pelas zonas profundas da mente humana e pela loucura.

Ø  Pessimismo, dor de existir.

Ø  Interesse pelo noturno, pelo mistério e pela morte.

Ø  Retomada de elementos da tradição romântica.

Fonte: assistenciasimbolista.blogspot.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: