Os Blocos Econômicos

Com o fenômeno da globalização, o mercado internacional tornou-se bastante competitivo, diante disso, somente os mais fortes prevalecem. O que acontece é uma disputa por mercados em âmbito global.

Muitos países, com o intuito de se fortalecer economicamente, unem-se para alcançar mercados e verticalizar a sua participação e influência comercial no mundo. A criação de blocos econômicos estreitou as relações econômicas, financeiras e comerciais entre os países que compõem um determinado bloco econômico.

Blocos econômicos:

Os blocos econômicos são um tipo de acordo intergovernamental, muitas vezes parte de uma organização intergovernamental, onde barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas entre os Estados participantes.

A maioria dos blocos comerciais está definida por uma tendência regional e podem ser classificados de acordo com seu nível de integração econômica.

admin-ajaxO primeiro bloco do qual se tem notícia foi organizado nos fins da Segunda Guerra Mundial e foi integrado por Bélgica, Holanda e Luxemburgo. A chamada BENELUX acabou trazendo vantagens e foi capaz de atrair novos países europeus ao longo do tempo. Com a adesão de Itália, Alemanha e França, esse primeiro bloco econômico europeu deu origem à CEE, sigla que designou a Comunidade Econômica Europeia. No ano de 1992, o crescimento da referida comunidade acabou dando origem à União Europeia.

Os Blocos Econômicos que já existiram ou ainda existem no mundo são:

Países ACP; (Associação de países da África, Caribe e Pacífico) (http://www.acpsec.org/)

ACP-EU; (Acordo de Cotonou. Um acerto comercial entre a União Europeia)

AEC; (Associação dos Estados do Caribe) (http://www.acs-aec.org/)

AELC; (Associação Europeia de Livre Comércio) (http://www.efta.int/)

ALADI; (Associação Latino-Americana de Integração) (http://www.aladi.org/)

ALALCt; (Associação Latino-Americana de Livre Comércio)

ALBA; (Aliança Bolivariana para as Américas)

ALCA; (Área de Livre Comércio das Américas)

APEC; (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) (http://apecsec.org/)

ASEAN; (Associação de Nações do Sudeste Asiático) (http://www.aseansec.org/home.htm)

CEFTA; (Acordo Cenro-Europeu de Livre Comércio) (http://www.cefta.int/)

CAFTA-DR; (Comunidade de Livre Comércio entre Estados Unidos Central e República Dominicana)

CAN; (Comunidade Andina de Nações) (http://www.comunidadandina.org/)

CAO; (Comunidade da África Oriental) (http://www.eac.int/)

CARICOM; (Comunidade do Caribe) (http://www.caricom.org/)

CEA; (Comunidade Econômica Africana) (http://www.africa-union.org/)

CEDEAO; (Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental) (http://www.ecowas.int/?lang=en)

CEEA; (Comunidade Econômica Eurasiática)

CEEAC; (Comunidade Econômica dos Estados da África Central)

CEI; (Comunidade dos Estados Independentes) (http://www.cis.minsk.by/)

CEMAC; (Comunidade Econômica e Monetária da Africa Central) (http://www.secemac.cf/)

IBAS; (Fórum de Diálogo Índia-Brasil- África do Sul) (http://www.ibsa-trilateral.org/)

COMECOMt; (Conselho para Assistência Econômica Mútua)

COMESA; (Mercado Comum da África Oriental e Austral) (http://about.comesa.int/)

MERCOSUL; (Mercado Comum do Sul) (http://www.mercosur.int/)

NAFTA; (Tratado Norte-Americano de Livre Comércio) (http://www.nafta-sec-alena.org/)

OCDE; (Organização para a Cooperação e desenvolvimento Econômico) (http://www.oecd.org/)

OECO; (Organização dos Estados do Caribe Oriental) (http://www.oecs.org/)

SAARC; (Associação Sul- Asiática para a Cooperação Regional) (http://www.saarc-sec.org/)

SADC; (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral) (http://www.sadc.int/index.php)

UA; (União Africana) (http://www.africa-union.org/)

UAAA; (União Aduaneira da África Austral) (http://www.sacu.int/)

UE; (União Europeia) (http://europa.eu/)

UEMOA; (União Econômica e Monetária dos Oeste Africano)

UMA; (União do Magrebe Árabe) (http://www.maghrebarabe.org/en/)

UNASUL; (União de Nações Sul-Americanas) (http://www.unasursg.org/)

OBS: Todas as siglas acima estão ligadas a sites do Wikipédia e alguns blocos econômicos contém o seu site oficial ao lado das suas informações.

Vantagens

  • A redução ou eliminação das tarifas ou importação;
  • Produtos mais baratos;
  • Redução na taxa alfandegaria;
  • Maior facilidade das pessoas mover-se de um país para outro;
  • Os produtores se beneficiam da aplicação de economias de escala, o que levará à redução de custos e maior renda;

Desvantagens

  • Diminuição da produção de empresas que produzem produtos mais caros em relação a de outro país do bloco;
  • Menor renda do produtor nacional;
  • Produtores ineficientes dentro do bloco podem ser protegidos contra aqueles mais eficientes fora do bloco;

Abaixo uma relação dos principais blocos econômicos da atualidade e suas características.

UNIÃO EUROPEIA

A União Europeia ( UE ) foi oficializada no ano de 1992, através do Tratado de Maastricht. Este bloco é formado pelos seguintes países : Alemanha, França, Reino Unido, Irlanda, Holanda(Países Baixos), Bélgica, Dinamarca, Itália, Espanha, Portugal, Luxemburgo, Grécia, Áustria, Finlândia e Suécia. Este bloco possui uma moeda única que é o EURO, um sistema financeiro e bancário comum. Os cidadãos dos países membros são também cidadãos da União Europeia e, portanto, podem circular e estabelecer residência livremente pelos países da União Europeia.
A União Europeia também possui políticas trabalhistas, de defesa, de combate ao crime e de imigração em comum. A UE possui os seguintes órgãos : Comissão Europeia, Parlamento Europeu e Conselho de Ministros.

NAFTA

Fazem parte do NAFTA ( Tratado Norte-Americano de Livre Comércio ) os seguintes países: Estados Unidos, México e Canadá. Começou a funcionar no início de 1994 e oferece aos países membros vantagens no acesso aos mercados dos países. Estabeleceu o fim das barreiras alfandegárias, regras comerciais em comum, proteção comercial e padrões e leis financeiras. Não é uma zona livre de comércio, porém reduziu tarifas de aproximadamente 20 mil produtos.

MERCOSUL

O Mercosul ( Mercado Comum do Sul ) foi oficialmente estabelecido em março de 1991. É formado pelos seguintes países da América do Sul : Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Futuramente, estuda-se a entrada de novos membros, como o Chile e a Bolívia. O objetivo principal do Mercosul é eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o comércio entre eles. Outro objetivo é estabelecer tarifa zero entre os países e num futuro próximo, uma moeda única.

PACTO ANDINO – COMUNIDADE ANDINA DE NAÇÕES

Outro bloco econômico da América do Sul é formado por: Bolívia, Colômbia, Equador e Peru. Foi criado no ano de 1969 para integrar economicamente os países membros. As relações comerciais entre os países membros chegam a valores importantes, embora os Estados Unidos sejam o principal parceiro econômico do bloco.

APEC

A APEC (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) foi criada em 1993 na Conferência de Seattle (Estados Unidos da América). Integram este bloco econômicos os seguintes países: Estados Unidos da América, Japão, China, Formosa (também conhecida como Taiwan), Coreia do Sul, Hong Kong (região administrativa especial da China), Cingapura, Malásia, Tailândia,Indonésia, Brunei, Filipinas, Austrália, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Canadá, México, Rússia, Peru, Vietnã e Chile. Somadas as produções industriais de todos os países, chega-se a metade de toda produção mundial. Quando estiver em pleno funcionamento (previsão para 2020), será o maior bloco econômico do mundo.

ASEAN 

A ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático) foi criada em 8 de agosto de 1967. É composta por dez países do sudeste asiático (Tailândia, Filipinas, Malásia, Cingapura, Indonésia, Brunei, Vietnã, Mianmar, Laos, Camboja).

SADC

A SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral) foi criada em 17 de outubro de 1992 e é formada por 15 países da região sul do continente africano.

MCCA

Criado em 1960, o MCCA (Mercado Comum Centro-Americano) é o bloco econômico da região da América Central, cujo principal objetivo é a integração econômica entre os países-membros (Nicarágua, Guatemala, El Salvador, Honduras e Costa Rica).

Aliança do Pacífico

Criado em junho de 2012, este bloco econômico latino-americano é composto por México, Colômbia, Peru e Chile.

BENELUX 

Considerado o embrião da União Europeia, este bloco econômico envolve a Bélgica, Holanda e Luxemburgo. O BENELUX foi criado em 1958 e entrou em operação em 1 de novembro de 1960.

Há, atualmente, uma tendência de se formar blocos econômicos em todas as partes do mundo, o que pode ser considerado um resultado da Globalização e dos avanços nos meios de transporte e comunicação. Afinal, como os diferentes países poderiam aumentar as suas relações comerciais se não houvesse meios possíveis e rápidos para o deslocamento dos seus produtos?

Fontes:

http://goo.gl/sDJlv

http://goo.gl/grg7F

http://goo.gl/lAno

http://goo.gl/dEvR4

http://goo.gl/EOrWY

http://goo.gl/bgBaF

http://goo.gl/Ccgpmj

Anúncios

One response to “Os Blocos Econômicos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: